terça-feira, 21 de outubro de 2014

Vigilante nega ter assassinado advogado e pede segurança à OAB

Vigilante esteve na sede da OAB da seccional do Maranhão.
Ele afirmou que foi coagido a assumir o crime.
João José Nascimento Gomes pediu segurança e afirmou que deseja devolver da quantia de R$ 4.900,00 ao advogado Adaiar Martins Rodrigues Neto

Do G1 MA

Vigilante afirma que advogado o coagiu e exigiu que ele assumisse o crime (Foto: Biné Morais / O Estado)

O vigilante João José Nascimento Gomes compareceu nessa segunda-feira (20) à sede da Ordem dos Advogados do Brasil da seccional do Maranhão (OAB/MA), no bairro do Calhau, para negar que tinha sido ele o autor dos golpes de faca que mataram o advogado Brunno Eduardo Matos Soares e vitimaram Alexandre Matos Soares, que levou um corte profundo no abdômen, e Kelvin Chiang, de 26 anos, atingido nas costas. A informação foi publicada no jornal "O Estado do Maranhão."

Advogado Brunno Matos

João José Nascimento Gomes pediu segurança e afirmou que deseja devolver da quantia de R$ 4.900,00 ao advogado Adaiar Martins Rodrigues Neto. Segundo ele, o advogado Adaiar Martins o coagiu e exigiu que ele assumisse o crime ao delegado Márcio Dominici durante o seu interrogatório, no 7º Distrito Policial, no bairro do Turu, ocorrido no dia 15. O advogado contratado por João José Nascimento Gomes teria dito que ele não iria ser preso em uma das unidades de Pedrinhas e que responderia pelos crimes em liberdade. “O advogado só iria me defender caso eu afirmasse ser o autor do crime e não iria ficar preso em Pedrinhas”, afirmou o vigilante.

João José também afirmou que no dia do crime ele estava fazendo rondas pela rua de bicicleta e durante a briga estava procurando a cadela, que pertence a Carlos Marão, e ao transitar nas proximidades onde estava ocorrendo a briga a sua faca teria caído do bolso da calça. “De fato, a faca usada no crime é de minha propriedade, mas não sou eu a pessoa que matou o advogado. No momento, ando com medo de sofrer alguma represália pelo fato de ter dito a verdade”, afirmou João José Nascimento.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/MA, Antônio Pedrosa, informou que a ordem vai acompanhar os transmites do processo. Inclusive, já houve até mesmo uma reunião, na semana passada, com o secretário de Segurança Pública, Marcos Affonso Júnior. No momento, a ordem vai indicar um novo advogado para o caso e o advogado Adaiar Martins será inquirido pelos integrantes da Comissão de Prerrogativa da OAB/MA para dar explicações sobre essa denúncia. “Essa atitude do doutor Hadaiar é muito suspeita, pois o máximo que um advogado de defesa pede ao seu cliente é que fale apenas na presença do juiz, e ainda iremos verificar se existe algum tipo de ligação dele com os outros acusados”, frisou Pedrosa.

Presidente da OAB-MA, Mário Macieira
Na quinta-feira (16), o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão, Mário Macieira, afirmou em entrevista à rádio Mirante AM que a mãe do vigilante João José Nascimento Gomes denunciou à Comissão de Direitos Humanos que o filho teria sido coagido para assumir a autoria do assassinato do advogado.

"Ficamos muito surpresos com a procura da mãe do vigilante, o João, que afirmou ao presidente da Comissão de Direitos Humanos, o Pedrosa, que ele está sendo coagido. Toda prova anteriormente colhida já apontava para a autoria dos fatos. No depoimento do Marão, quando reinquerido, ele disse que o vigia presenciou, mas não matou. Estamos muito surpresos com isso. Fomos com uma comissão falar com o delegado Marcos Affonso, que nos assegurou que vão investigar todos os fatos, sem proteção. Nós confiamos muito no trabalho da polícia. Os dois sobreviventes reconheceram como autor das facadas o Diego. O Marão declara que o vigia não participou. Como que de uma hora para outra o vigilante assume a autoria dos fatos?", questionou Mário Macieira, presidente da OAB-MA.

Reunião 
O subdelegado geral da Polícia Civil, Augusto Barros, realizou ontem uma reunião com a comissão composta pelos titulares da Delegacia de Homicídios, Jeffrey Furtado e Guilherme Sousa Filho, e do 7º Distrito Policial, Márcio Fábio Dominici, que está designada para concluir os autos complementares do inquérito policial sobre o assassinato do advogado e assessor jurídico do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Brunno Eduardo Matos Soares, de 29 anos, e pelas duas tentativas de homicídio que tiveram como vítimas Alexandre Matos Soares, de 25 anos, e Kelvin Kim Shiyangue, de 26 anos. O fato ocorreu na madrugada do dia 6 de outubro, durante a festa de comemoração pela eleição de Roberto Coelho Rocha, da coligação Todos pelo Maranhão, em uma residência, localizada na Rua dos Magistrados, no bairro do Olho d’Água.

O encontro ocorreu na sede da Secretaria de Segurança Pública, na Vila Palmeira. Segundo o delegado Guilherme Sousa Filho, a reunião serviu para traçar os novos caminhos do trabalho investigativo sobre o caso. Ele frisou que a comissão tem 30 dias para concluir todo o serviço e, no decorrer desses dias, ocorrerão novos depoimentos, imagens de circuito de segurança serão analisadas e resultados de perícias coletados e anexados ao inquérito. Somente no término do trabalho está prevista para ocorrer a reprodução simulada dos fatos.

Ele explicou que o delegado Márcio Fábio Dominici enviou o inquérito policial à Justiça, no último dia 16, porque houve a necessidade de atender ao prazo judicial. “Como aconteceu a prisão em flagrante de Carlos Humberto Marão Filho, 38 anos, caso não atendesse ao prazo de 10 dias, poderia abrir uma lacuna para o relaxamento da prisão do suspeito. Mas o inquérito foi para a Justiça com o pedido de devolução”, explicou o delegado.

A comissão foi criada pela Delegacia Geral da Polícia Civil, na sexta-feira, com o dever de explicar as contradições que ocorreram durante o trabalho investigativo, principalmente no tocante às declarações apresentadas para a polícia tanto pelos acusados quanto pelas vítimas.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Dilma tem 52% dos votos válidos e Aécio tem 48%, diz Datafolha

RICARDO MENDONÇA
DE SÃO PAULO
FOLHA

Pela primeira vez neste segundo turno, Dilma Rousseff (PT) aparece numericamente à frente deAécio Neves (PSDB) em intenções de voto para a Presidência da República, mostra nova pesquisa Datafolha.

O levantamento, feita nesta segunda-feira (20), apresenta Dilma com 52% ante 48% de Aécio, na conta dos votos válidos (com o descarte de nulos, brancos e indecisos).

A seis dias da eleição, é um empate técnico no limite máximo da margem de erro do levantamento, que é dois pontos para mais ou para menos.

De acordo com o Datafolha, nessa situação há maior probabilidade de que Dilma esteja à frente de Aécio.

Nas duas rodadas anteriores do Datafolha neste segundo turno, o placar também era de empate técnico, mas sempre com o tucano numericamente à frente: 51% a 49% nas duas ocasiões.

Em votos totais, o resultado da atual pesquisa é Dilma 46% (antes era 43%), Aécio 43% (era 45%). Brancos e nulos somam 5% (ante 6% do levantamento anterior). Outros 6% dizem que não sabem em quem votar, mesmo patamar de antes.

GOVERNO DILMA

Um dos fatores que ajudam e explicar o desempenho de Dilma é a melhoria da avaliação de seu governo.

Segundo a pesquisa, 42% julgam a administração petista boa ou ótima, o melhor patamar desde junho de 2013. No mês das grandes manifestações de rua, a aprovação de Dilma despencou de 57% para 30%.

A avaliação negativa (soma dos que classificam o governo como ruim ou péssimo) está agora em 20%, o menor patamar desde novembro de 2013, quando registrou 17%. Outros 37% entendem que a administração é regular.

REJEIÇÃO E CONVICÇÃO

Também pela primeira vez, a rejeição a Aécio é numericamente maior que a rejeição ao nome de Dilma: 40% dos eleitores dizem que não votam no tucano "de jeito nenhum" (nas pesquisas anteriores, eram 34%, no dia 9, e 38%, no dia 15). Com a petista, a taxa oscilou para baixo, ficando em 39% (eram respectivamente 43% e 42%, nos dias 9 e 15 de outubro).

Em relação à taxa de convicção, 45% dos eleitores afirmam intenção de votar em Dilma "com certeza" (eram 42%), enquanto 41% respondem isso para Aécio (eram 42%).

Em relação à indecisão, há 18% que "talvez" possam votar no tucano, ante 15% para Dilma, mesmos patamares do levantamento anterior.

O Datafolha ouviu 4.389 eleitores em 257 municípios. Todas as entrevistas foram feitas nesta segunda. O nível de confiança do levantamento é 95% (em 100 pesquisas com a mesma metodologias, os resultados estarão dentro da margem de erro em 95 ocasiões). O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR 01140/2014.

Marcelo Tavares fala sobre endividamento do MA e obras não concluídas

Marcelo Tavares, coordenador da Equipe de Transição de Flávio Dino, apontou duas dificuldades que o governador eleito terá ao assumir o comando do Estado a partir de 1º de janeiro. “O endividamento que o Estado tem hoje é altíssimo e as obras não concluídas, que são muitas, merecem a atenção do próximo governador”, disse, durante entrevista à TV Brasil na manhã desta segunda-feira (20).

Para ele, esses dois pontos são essenciais para conhecimento real da máquina pública e planejamento das ações que serão desenvolvidas a partir de 1º de janeiro. Na primeira reunião realizada na semana passada com a atual chefe da Casa Civil, Tavares solicitou informações a respeito do Estado, sobretudo relacionadas ao equilíbrio financeiro do estado.

Durante a entrevista, Marcelo Tavares, que assumirá a Casa Civil a partir de janeiro, não descartou a realização de auditorias em licitações, contratos em andamento e aplicação do verbas públicas no Governo que finda em dezembro. “O que queremos neste momento é ter informações necessárias para fazer a máquina pública funcionar bem a partir de janeiro”, esclareceu.

Conforme falou, os órgãos específicos, como Corregedoria, a Secretaria de Transparência e Controle, os tribunais de Contas e a Assembleia Legislativa poderão auditar atos da atual gestão se houver dúvida da aplicação do dinheiro público.

Acompanhamento do orçamento

Sobre o orçamento previsto para 2015, Tavares afirmou que buscará outros parlamentares para corrigir possíveis distorções. A afirmativa foi feita ao tratar da redução do orçamento de R$ 144 milhões para R$ 134 mi da Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap). Para ele, a diminuição reflete o descaso do governo Roseana com a área.

“Daí a crise constante no sistema penitenciário, que acaba aumentando a violência fora dos presídios. Temos que tomar medidas urgentes porque queremos a mudança do atual quadro de crise”, analisou o parlamentar.

Suposto 'comprador' do Sistema Mirante é investigado pela PF e não pode deixar o Brasil

Polícia Federal recolheu passaporte de Paulo Guimarães, dono do Sistema Meio Norte e possível 'comprador' do Sistema Mirante

Paulo Guimarães é apontado como possível
'comprador' do Sistema Mirante
Crescem os rumores de 'venda' do Sistema Mirante de Comunicação, pertencente à família Sarney. O possível 'comprador' seria o empresário Paulo Guimarães, dono do Sistema Meio Norte de Comunicação, no Piauí. Paulo Guimarães já teria negócios com Fernando Sarney, como revelara reportagem publicada no portal GTerra, em 2010 (Leia aqui), em 2010. 

Segundo informações do blog do Marcelo Minard, a venda do Sistema Mirante ao empresário Paulo Guimarães já estaria concretizada. Na postagem, o blogueiro divulga uma foto de um encontro entre Fernando Sarney e PG, com a presença do colunista Pergentino Holanda.

O empresário piauiense, dono de empresas em vários segmentos, é alvo de investigação da Polícia Federal. No mês de agosto, várias de suas empresas foram devassadas por uma operação da PF. Ainda em agosto, PG teve seu passaporte recolhido e está impedido de deixar o Brasil. Desde o ano de 2000 ele vinha residindo em Miami, nos EUA, de onde comandava seus negócios.

A imprensa piauiense deu grande destaque à "Operação Sorte Grande", da PF, que teve como alvo várias empresas de Paulo Guimarães. O site 180 graus, de Teresina, deu ênfase à apreensão do passaporte de PG.

Confira:

O empresário Paulo Guimarães e mais 13 pessoas investigadas pela operação ‘Sorte Grande’ realizada na última quarta-feira, em conjunto pela Receita e Polícia Federal, estão proibidos de sair do país. Seus passaportes foram recolhidos pela PF.Segundo o coordenador das operações, o delegado Carlos Alberto Nascimento, a justiça determinou que o passaporte de todos os envolvidos na operação fossem recolhidos para evitar que os investigados saíam do País.

“Em casos assim, a justiça impede que o investigado viage para fora do país até que a investigação encerre”, afirmou o delegado, um dia após a entrevista coletiva das autoridades envolvidas na investigação.

O empresário Paulo Guimarães tinha viagem programada para Miami (EUA) na manhã de quarta-feira, mas foi alcançado pela Polícia Federal ainda em São Paulo. É de Miami, onde mora desde o início dos anos 2000, que ele comanda as suas empresas no Piauí e demais Estados.

Sorte Grande

As investigações da Polícia Federal constataram que o empresário Paulo Guimarães, dono do Grupo Meio Norte, utilizava empresas e “laranjas”, onde foram realizadas sucessivas mudanças nos quadros societários dessas empresas devedoras do fisco para afastar de seus verdadeiros proprietários e transferiu os seus ativos para novas pessoas jurídicas, também constituídas com o emprego de “laranjas”, deixando as devedoras “falidas”, apenas com as dividas.

Segundo a Polícia Federal o grupo empresarial de grande porte, que reúne cerca de 60 empresas é suspeito de crimes como sonegação de impostos, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro em associação criminosa.

“O grupo agia da seguinte forma, quanto determinada empresa estava endividada em relação aos impostos, esta antes de procurar a Receita federal, ela passava seus bens para outra, que o grupo abria. Assim, parcelava suas dividas em parcelas mínimas, que nunca foram pagas”, explica o delegado.

A Operação Sorte Grande contou com a participação de 85 policiais federais, entre delegados, peritos, escrivães e agentes, além de 18 auditores e 4 analistas tributários da receita Federal.

Meta é “inibir a corrupção”, diz secretário de Transparência do novo governo

Uma das inovações do governo Flávio Dino já começa a se delinear. É a criação da Secretaria de Transparência e Controle do Governo do Estado. Na última sexta (17), Dino indicou o advogado Rodrigo Lago para conduzir a pasta.

Em entrevista, Rodrigo Lago falou sobre as metas da nova secretaria que será criada a partir de cargos que serão remanejados. Em pronunciamento nas redes sociais, Dino afirmou que não será criado nenhum novo cargo em comissão para conduzir a pasta.

Muitos têm dito que criação de uma secretaria de Transparência e Controle Interno sinaliza em que sentido caminhará o próximo Governo. Qual será o norte dessa nova pasta?

Durante a campanha, o governador eleito Flávio Dino prometeu mudar as práticas administrativas no Maranhão. A criação da Secretaria de Transparência e Controle foi uma de suas principais promessas. Agora, eleito, o governador sinaliza pela concretização da promessa. Buscarei garantir a transparência nos gastos públicos, de forma que o cidadão saiba exatamente onde está sendo gasto cada centavo da receita pública. Quando o cidadão sabe o destino do dinheiro público, pode cobrar seus governantes, apresentar críticas e sugestões e, principalmente, apresentar denúncias de desvio de condutas. A missão é ousada, mas o que se pretende é inibir efetivamente a corrupção administrativa.

E qual será exatamente a função desta pasta, que é uma inovação no Estado?

Há duas linhas de atuação que convergem para a mesma finalidade, que é garantir a eficaz aplicação dos recursos públicos. A primeira direção é implementar efetivamente o Portal da Transparência e o acesso à informação no âmbito do Poder Executivo do Maranhão. Atualmente, o que se tem é um portal nada transparente, no qual muitos gastos sequer são inseridos ou inseridos de forma deficiente, tornando difícil, senão impossível, o controle popular das finanças estatais. Na outra vertente, a Secretaria buscará integrar os órgãos de controle interno do Estado e também promoverá a interlocução destes com outros órgãos do Governo e do controle externo. O que ocorre hoje é que muitas vezes as auditorias têm que ser feitas sem que se garanta a necessária estrutura aos auditores. Pior que isso, quando são concluídas as auditorias internas, os relatórios são encaminhados de forma aleatória para outros órgãos estatais, como o Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público, sem que haja um efetivo acompanhamento das consequências da apuração. É preciso que a Administração Pública, refiro-me aos seus gestores, saiba onde ocorreu erros administrativos ou desvios de condutas, para que busque a prevenção no futuro.

Essa espécie de “auditoria” se limitará ao governo estadual? E será feita apenas nos contratos firmados a partir de 2015 ou abrange também os anteriores?

A Secretaria de Transparência e Controle será um órgão estadual, que buscará garantir transparência e ampliar controle interno na aplicação dos recursos estaduais. Portanto, o limite será quanto aos gastos feitos com recursos estaduais. Assim, sempre que houver a aplicação de recursos estaduais, estarão atuando os órgãos de controle interno do Estado. Nesse controle entrarão os gastos diretos, que são aqueles realizados diretamente pelo Governo do Maranhão, mas também aqueles decorrentes de transferências voluntárias aos municípios, os conhecidos convênios municipais. O objeto do controle interno não se limitará a auditar o passado ou a controlar o futuro. Trata-se de uma Secretaria perene, definitiva, que coordenadora o controle interno quanto aos gastos já realizados, mas também aos que ainda serão efetivados.

Na sua avaliação preliminar, a partir de sua atuação jurídica que sempre se pautou pela probidade, o próximo Governador encontrará dificuldades com contratos já estabelecidos?

Toda mudança exige certa dose de cautelar e prudência. O Governo Flávio Dino assumirá um Estado com muitos contratos em curso, muitas obrigações já assumidas e muitos órgãos criados. Não se pode empreender uma mudança impactante que resulte na interrupção dos serviços públicos essenciais. Caberá a cada novo secretário, com o auxílio dos órgãos de controle interno e da própria Secretaria de Transparência e Controle, apurar no âmbito de suas pastas quais os contratos em vigor, verificando a forma de contratação e a economicidade para o Estado. Essa postura será essencial para que se faça a aplicação dos princípios republicanos, sem prejuízo ao cidadão que busca ser atendido pelo Estado desde sempre. Na fase inicial até se pode cogitar alguma dificuldade, pois o serviço público não pode parar. Entretanto, aqueles que se beneficiarem de contratos ilícitos, com superfaturamento, acabarão sendo alcançados pelo controle interno e terão que ressarcir o erário os prejuízos que tenham causado.

domingo, 19 de outubro de 2014

Casa Civil de Roseana Sarney inicia exonerações após derrota nas urnas

De 554 nomeados, 46 foram demitidos nos últimos 10 dias. Motivo deve ser ocultar nomeados para a pasta antes da entrega oficial dos documentos à equipe de transição de Flávio Dino.
Pelo menos 46 nomes lotados na Casa Civil do Governo de Roseana Sarney já foram exonerados desde que o grupo da governadora perdeu as eleições para o opositor Flávio Dino. A ideia é retirar os nomes mais polêmicos antes de entregar ao governador eleito uma lista “enxuta”, contrário do que aconteceu durante todo o Governo.

As demissões do Governo do Estado começaram no em 6 de outubro, segunda-feira seguinte à eleição de Flávio Dino. A lista de nomes pode ser conferida pelos Diários Oficiais do Governo, onde são publicadas demissões e admissões.

Entre os exonerados, estão parentes próximos de amigos da Governadora. Entre eles, estão a sobrinha de Tereza Murad, a irmã da cantora Alcione Nazareth, a filha do presidente da Caema e o ex-prefeito de Humberto de Campos.

Os cargos em comissão faziam parte da estrutura da Casa Civil do Governo de Roseana Sarney. O número encontrado pela reportagem dizem respeito apenas ao período de 6 a 13 de outubro, Diários Oficiais disponíveis para o público. Os outros 4 dias úteis ainda não foram publicados pelo Governo do Estado.

Na avaliação Marcelo Tavares, coordenador da Equipe de Transição de Flávio Dino, a demissão repentina ocorrida após o dia 6 de outubro tem por objetivo não revelar a verdadeira estrutura que participava do atual Governo. A intenção do próximo chefe da Casa Civil (já indicado por Dino) é diminuir o tamanho da pasta.

“É o que parece ser um excesso de nomeações. Se não houver nenhum prejuízo ao trabalho da pasta, vai ficar provado que essas pessoas não contribuíam efetivamente no trabalho diário. Desses cargos comissionados criados apenas para a Casa Civil, o governador eleito já informou que serão realocados para pastas da reforma administrativa anunciada” disse Marcelo Tavares.

A atual chefe da Casa Civil, Anna Graziella, ainda não enviou à equipe de Flávio Dino os documentos para início da transição e a demora pode estar relacionada ao enxugamento de última hora, ocultando a verdadeira estrutura da principal pasta do Estado.

Mesmo sem as informações repassadas pela chefe da Casa Civil de Roseana Sarney, é possível acompanhar pelos Diários Oficiais o total de cargos comissionados lotados na Casa Civil. São 554 pessoas nomeadas em cargos comissionados na pasta no governo Roseana.

Em debates ocorridos durante o período eleitoral, Dino anunciou que os cargos em comissão alocados na Casa Civil e sem efetiva prestação de serviço seriam remanejados para a criação de outras secretarias – como a Secretaria de Transparência e Controle anunciada esta semana.

Mulher é morta a tiros pelo ex-marido no Coroadinho

Socorrida e levada para o hospital, ela não resistiu aos ferimentos. O Crime, segundo informações, teria sido praticado porque ele não aceitava fim do relacionamento

Sábado marcado por um crime brutal e covarde no Coroadinho, que chocou moradores da área da Vila Conceição\Vale Verde.

Pelas informações, uma mulher de apenas 19 anos de idade, de nome Ana Paula, foi morta à tiros pelo o ex-marido. Motivação, segundo vizinhos, seria passional, pois ela vinha recebendo ameaças ultimamente porque ele não aceitava o fim do relacionamento.

De acordo com relatos, o crime teria ocorrido por volta das 18h, quando a jovem se encontrava na casa da mãe, na Rua do Físico, próximo à sede do Boi.

O homem, que seria filho de um policial do Bairro, teria disparado quatro tiros contra a ex-mulher, de quem não aceitaria a separação.

A jovem ainda foi levada para o hospital, mas veio à óbito. "Os tiros só não acertaram a filha dela, porque a criança conseguiu correr", disse uma pessoa próxima.

O autor do crime se evadiu em rumo desconhecido, e a polícia faz os primeiros levantamentos de investigação do caso.

Informações do Coroadinho Geral (facebook)

sábado, 18 de outubro de 2014

Reeleição de Dilma é decisiva para o país e para o MA, avalia senadora do PCdoB

Os senadores do PCdoB Vanessa Grazziotin (AM) e Inácio Arruda (CE) estiveram em São Luís nesta sexta (17) para participar de atividade em apoio à reeleição de Dilma Rousseff. Durante a visita ao Maranhão, eles falaram sobre a posição do partido em relação à continuidade dos avanços sociais nos últimos 12 anos, sobre a vitória de Flávio Dino e a importância da eleição de Dilma para o estado.

A defesa no apoio a continuidade do governo do PT está pautada no modelo político e de desenvolvimento das regiões Norte e Nordeste do país. Para Vanessa Grazziotin, o resultado positivo nas urnas para a presidente Dilma também representa a garantia de que o Maranhão terá parcerias com o Governo Federal.

“A vitória é a certeza de que o Maranhão e a administração de Flávio Dino vai ter todo o apoio necessário. Estamos empenhados em trabalhar e fazer com que a Dilma continue no poder para a gente continuar na mudança”, afirmou, lembrando que o lema utilizado na campanha de reeleição é uma das primeiras palavras de ordem do PCdoB: Avançar nas mudanças. 

“Essa batalha é decisiva para o país, inclusive para o Maranhão, para que a mudança não pare, em beneficio do povo, dessa transformação social que o Brasil vive, estamos muito envolvidos”, continuou.

Sobre a eleição histórica do Maranhão, que elegeu Flávio Dino governador, a senadora disse que a “vitória maiúscula é motivo de orgulho de todos os militantes e filiados do partido pelo primeiro governador eleito”. Agora o trabalho é melhorar política social, uma das principais bandeiras levantadas pelo governador eleito durante a campanha, para reverter os índices sociais do estado.

Mais força na reta final

Também cumprindo agenda no Maranhão, o senador Inácio Arruda defendeu que os governos do PT implantaram a maior política social no país e falou da importância de preservar essas conquistas. “Não podemos dar um passo para trás. O Nordeste entrou no mapa do desenvolvimento com força com Lula e Dilma e para mantê-lo nessa condição é importante a vitória de Dilma”, analisou.

Inácio lembrou que foi com a eleição do ex-presidente Lula que houve o maior incentivo da distribuição de investimentos no Norte e Nordeste, como exemplos, citou a retomada da indústria naval, que descentralizou as ações no Sudeste e também com a descoberta do pré-sal, com investimentos feitos para ampliar a capacidade de refino no Brasil e propôs a construção de refinarias no nordeste, que estão em construção.

“O Maranhão tem condições especiais, território, potencial agrícola, biodiversidade, potencial de um porto com o maior calado do país. As condições estão dadas para o Maranhão. O que faltava era um planejamento arrojado para atender as demandas sociais e, sobretudo, o desenvolvimento do estado. Essa questão deve estar casada: Flávio e Dilma. Não podemos dar um passo para trás”, disse o senador.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

PCdoB mobiliza a capital em caminhada pró-Dilma

As lideranças políticas da Coligação Todos pelo Maranhão que apoiam a candidatura de Dilma no Maranhão realizaram na tarde desta sexta-feira (17/10) uma caminhada em favor da candidatura petista no Estado. Membros do PDT, PP, PROS, PCdoB, da "Resistência Petista" estiveram ao lado do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, os senadores Inácio Arruda (PCdoB) e Vanessa Grazziotin (PCdoB) e o ministro de Articulação Política, Ricardo Berzoini (PT), percorrendo a principal rua do comércio de São Luís em apoio a Dilma Rousseff.

Em todo o trajeto, a caminhada foi recebida com entusiasmo pela população. Para o prefeito de São Luís, a calorosa recepção é fruto do reconhecimento dos avanços promovidos pela administração petista. "Há quase dois anos, a capital tem contado com o apoio e a parceria do governo federal", disse o prefeito ao falar no apoio na reforma dos Socorrões I e II e do Hospital da Criança.

As lideranças nacionais falaram sobre a expressiva votação conquistada por Dilma no Estado e lembraram que o esforço agora é para ampliar o favoritismo. "O desafio é tornar o Maranhão o Estado que vai dar a maior votação a Dilma Rousseff", disse o senador Inácio Arruda.

Ao lado de militantes e representantes de movimentos sociais, a senadora Vanessa Grazziotin e o ministro Ricardo Berzoini ouviram manifestações pela reeleição da presidenta. "Um, dois, três, é Dilma outra vez", cantavam os militantes.

Também participaram do ato os eleitos deputados federais Rubens Jr. (PCdoB), Zé Carlos da Caixa (PT) e Waldir Maranhão (PP).

Novas atividades

O presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, disse que o momento é de trabalhar com força total em prol da candidatura de Dilma. "Toda a nossa militância está mobilizada e empenhada na reeleição da presidenta Dilma Rousseff", reafirmou.

Em São Luís, as atividades em apoio à reeleição da presidente Dilma seguem neste final de semana.

No sábado (18), a programação terá início às 7h com visitas as feiras do João Paulo, Liberdade, Anjo da Guarda, Coroadinho, Cohab, São Cristóvão e São Francisco. E no domingo (19), nas feiras da Cidade Operária, Mercado Central, Cidade Olímpica, Bom Jesus, João de Deus e Mangueira, além de carreata por bairros da cidade.

IMAGENS DA NOITE: Familiares e amigos de Brunno Matos participam de caminhada pela paz

Emoção e revolta marcaram a caminhada pela paz realizada por familiares e amigos do advogado Brunno Matos, na tarde desta sexta(17), no centro de São Luís.

Os pais de Brunno, Rubem Soares e Esmeralda, estavam visivelmente abatidos e emocionados. Seguravam um cartaz pedindo Justiça e Paz. Rubem não se conforma com o desfecho das investigações e o inquérito que foi encaminhado ao Ministério Público. No último dia para conclusão do inquérito, o vigia João Gomes assumiu a autoria do assassinato de Brunno e das tentativas de homicídio contra Alexandre Matos, irmão do advogado, e Kelvin. O pai não acredita na confissão do vigia, pois os depoimentos das vítimas são claros e apontam como autor da barbárie o Dj Diego Polary.


Amigos de Brunno, que participaram da caminhada, também não acreditam que o vigia seja o autor do crime e esperam que os verdadeiros responsáveis não fiquem na impunidade. Outros cartazes pediam ‘Mais amor, por favor! Luto pro Justiça! Mais uma família chorando’, além de pedirem cadeia para os assassinos.


Vigia teria sido coagido a confessar a autoria do crimes


A mãe do vigia João Gomes contesta a versão apresentada pelo filho. De acordo com o advogado Mário Macieira, presidente da OAB, ela procurou a comissão de direitos humanos do órgão alegando que o filho foi coagido a assumir o crime.

ATO DO DIA: Confirmação de Rodrigo Lago no comando da Secretaria de Transparência e Controle


O advogado Rodrigo Lago será o secretário de Transparência e Controle, pasta a ser criada na gestão de Flávio Dino. Esta secretaria será responsável pelo controle interno da administração, acompanhando os contratos, apurando denúncias e fiscalizando a correta aplicação das verbas públicas.

Esta foi uma das principais bandeiras da campanha de Flávio Dino, eleito governador em primeiro turno. A Secretaria será criada sem que seja adicionado nenhum novo cargo comissionado, apenas com remanejamento de cargos já existentes.

Estarão integradas à Secretaria a Corregedoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado, visando fazer um governo transparente, honesto e republicano.

O anúncio foi feito por Flávio Dino nesta sexta (17) pelas redes sociais. Conheça o perfil do secretário.

Perfil de Rodrigo Lago

Com destacada atuação em Direito Constitucional, Rodrigo Lago é advogado há 12 anos. Estudou Direito Constitucional no Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP.

É Conselheiro Federal suplente da OAB (2013-2015) e consultor da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais da OAB. Faz parte também do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).

No Maranhão, é diretor-geral da Escola Superior de Advocacia do Maranhão – ESA-OAB/MA (2013-2015), fez parte do Conselho Estadual da OAB como presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB/MA (2010-2012). Foi também membro de bancas examinadoras de concursos para a Magistratura e Ministério Público.

PCdoB intensifica campanha pró-Dilma com Berzoinni e Inácio Arruda em São Luís

Inácio Arruda e Ricardo Berzoini participam ainda hoje de caminhada na Rua Grande

As atividades da campanha pró-Dilma iniciaram com um café da manhã nesta sexta-feira (17/Out). Na presença do senador Inácio Arruda (PCdoB) e do deputado Ricardo Berzoini (PT), lideranças políticas do Estado traçaram estratégias para intensificar a campanha de Dilma Rousseff no Maranhão. O presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, recepcionou as lideranças nacionais.

Ampliar a vantagem conquistada no primeiro turno pela presidente e candidata à reeleição foi o motivo da reunião que agregou militantes, dirigentes partidários e lideranças políticas que atuam na campanha pró-Dilma no Estado.

O senador Inácio Arruda relatou que a prioridade é conquistar votos para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento econômico e social que está em curso. "O nosso trabalho todo é de buscar unificar o máximo de forças que estavam em disputa no primeiro turno e de colocar essa base política no palanque do PT no Maranhão. Queremos deixar muito claro que o nosso esforço é para dizer que o 65 é 13".

Ativar a militância e aumentar a vantagem da candidatura petista no Estado também foram pautas reforçadas pelo deputado Ricardo Berzoini. Ele acredita que no segundo turno o Maranhão dará uma votação ainda mais expressiva para a candidatura de Dilma Rousseff. “Existe uma mobilização de vários setores da população que percebe que não podemos colocar em risco aquilo que permitiu ao Maranhão reduzir a desigualdade, a pobreza e aumentar a atividade econômica. E não podemos esquecer que o PCdoB à frente da campanha de Dilma é também o Flávio Dino à frente dela”.

Estiveram no café da manhã os deputados federais eleitos Rubens Júnior (PCdoB) e Zé Carlos da Caixa (PT), o secretário de Educação de São Luís, Geraldo Castro (PCdoB), o presidente do PCdoB, Márcio Jerry e Márcio Jardim da "Resistência Petista".

Continuar as mudanças

Defendendo que o país dê continuidade ao projeto político liderado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), militantes que compuseram a Coligação Todos pelo Maranhão, que elegeu Flávio Dino governador do Maranhão, se mobilizaram por Dilma Rousseff nesta sexta-feira (17).

Além do café da manhã, integrantes do PDT, PP, PROS, PCdoB e "Resistência Petista" estão organizando para as 15h30 uma caminhada na principal rua do comércio de São Luís, a Rua Grande.

A ideia é intensificar a campanha petista no Estado. "O PCdoB apenas reitera no segundo turno aquilo que já fez no primeiro turno, que é apoiar a reeleição da presidenta Dilma", disse Márcio Jerry, presidente do PCdoB no Maranhão, ao reafirmar a aliança histórica da legenda com o PT. Na sua avaliação, a sigla não poderia deixar de apoiar o projeto político que trouxe avanços econômicos e sociais ao país.

IMAGENS DO DIA: Prefeito Edivaldo acompanha início do asfaltamento de ruas do Jardim São Cristóvão I

Um sonho realizado: depois de mais de dez anos de abandono, o Jardim São Cristóvão I volta a ter todas as ruas asfaltadas

Gilberto Lima

Finalmente, depois de mais de dez anos de espera, as ruas do Jardim São Cristóvão I começaram a receber asfalto, na manhã desta sexta-feira(17). O prefeito Edivaldo Holanda acompanhou de perto o início dos trabalhos de asfaltamento de 27 ruas do bairro. Disse que é apenas o primeiro passo de um amplo programa de asfaltamento de ruas em todas as regiões da cidade. “A população sabe dos grandes problemas que foram deixados para a nossa administração. No primeiro ano, priorizamos o planejamento de ações e, agora, estamos dando uma resposta às demandas na área da infraestrutura. Todo esse trabalho é executado com recursos próprios, o que ajuda a reduzir o custo de obras. Vamos chegar, com a graça de Deus, a todas as regiões da cidade”, disse.



Edivaldo destacou, ainda, o novo momento que a cidade vai viver a partir de janeiro, quando o governador eleito Flávio Dino tomará posse. “Não tenho dúvidas, que teremos um governador amigo da cidade e que estaremos firmando parcerias importantes para avançarmos, ainda mais, em todos os setores. Estarei ao lado do governador Flávio Dino assinando ordens de serviços em todas as regiões da cidade”, acrescenta Edivaldo.


Como morador do Jardim São Cristóvão I, fiz questão de acompanhar o prefeito Edivaldo neste pontapé inicial do asfaltamento no bairro. Ao longo de 20 anos tenho participado das lutas por melhorias para a região do São Cristóvão, principalmente como formador de opinião nos programas que apresento no rádio. Ao longo dos quatro anos da gestão Castelo, fui um crítico ferrenho do abandono de toda a região do Jardim São Cristóvão. Aqui neste blog são incontáveis as matérias publicadas denunciando o descaso e abandono do bairro. Depois de tantas lutas, fico satisfeito em ver a determinação do prefeito Edivaldo em buscar soluções para esses problemas, mesmo diante de tantas dificuldades e desafios que cercam a administração municipal.


Destaque-se, ainda, que a mão-de-obra utilizada é da própria SEMOSP. Não existe contratação de empresas para tocar essas obras de asfaltamento e nem para fornecimento de matéria-prima. O asfalto utilizado é produzido pelo usina da prefeitura, que foi totalmente recuperada, depois de ter sido transformada em sucata pela gestão de João Castelo. Iniciativas que mostram a determinação do prefeito em combater a corrupção e superfaturamento de obras públicas. Todos lembram que foram muitas as suspeitas de superfaturamento de serviços de asfaltamento na gestão anterior, com a terceirização dos serviços. Sem se falar no tão propalado ‘asfalto sonrisal’ que se desmanchava em pouco tempo, sem se conseguir acabar com a buraqueira que tomava conta da cidade.

Nesse contato com a comunidade, o prefeito ouviu elogios por onde passava. É o reconhecimento pelo esforço em mudar não só a realidade do Jardim São Cristóvão I, mas de todas as regiões da cidade.

Como morador dessa região estratégica da cidade, com um comércio forte e pujante, resta-me agradecer ao prefeito e torcer para que sejam criadas condições, principalmente em parcerias com o governo de Flávio Dino, para levar mais obras a todas as áreas da cidade.


Valeu, Edivaldo!





quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Prefeito Edivaldo e ministro Ricardo Berzoini discutem parcerias

O prefeito Edivaldo recebeu no início da tarde desta quinta-feira (16) o ministro das Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, para tratar sobre parcerias entre governo federal e Prefeitura de São Luís. A audiência contou com participação de deputados federais reeleitos e recém-eleitos da bancada federal maranhense, como os deputados Weverton Rocha (PDT), Waldir Maranhão (PP), Zé Carlos (PT), o presidente do PCdoB, Márcio Jerry, e o vereador Pavão Filho (PDT).

Durante quase uma hora, o prefeito e o ministro conversaram sobre parcerias em andamento, com ênfase em projetos que contribuem para a melhoria da mobilidade urbana. O prefeito Edivaldo disse ao ministro Berzoini ter grandes perspectivas de ampliar a agenda conjunta com os governos federal e estadual a partir de janeiro do próximo ano.

Na avaliação do prefeito, as parcerias discutidas com o ministro Berzoini são consideradas fundamentais para transformação da cidade. “Foi uma reunião bastante positiva. Temos avançado bastante na parceria com o governo federal em nossa gestão. Temos parceria na área da educação, saúde, infraestrutura. Aproveitamos para falar da parte administrativa e pedir que as portas continuem abertas no governo federal”, disse Edivaldo.

O prefeito afirmou que o resultado do diálogo com o governo federal será mensurado em breve. São convênios para obras significativas em áreas prioritárias, como por exemplo na Saúde, que garantiram as reformas dos Hospitais Socorrão I e Socorrão II; e do Hospital da Criança; das unidades de saúde da rede municipal; a construção da Maternidade na Cidade Operária. Há outros projetos apresentados pela Prefeitura de São Luís tramitando em órgãos da administração federal.

“Tratamos de várias questões de investimentos que o prefeito havia levado ao meu gabinete na Secretaria de Relações Institucionais e demos continuidade nesta visita aos trâmites administrativos”, disse Berzoini. O ministro afirmou que veio intensificar as relações entre o governo federal e o município de São Luís em um programa de investimento.

Berzoini avaliou positivamente o trabalho que o prefeito vem realizando na cidade em setores estratégicos. O ministro adiantou que parcerias entre as duas esferas de governo poderão contribuir para realização de obras de pavimentação e também na obra de saúde e educação.

Depois de depoimentos de vítimas que incriminam Diego Polary, vigilante confessa ter assassinado o advogado Brunno Matos

Advogado Brunno Matos 
Uma reviravolta que ninguém esperava na investigação do assassinato do advogado Brunno Matos. Todas as vítimas que sobreviveram ao ataque apontaram Diego Polary como autor das facadas que mataram Brunno Matos e feriram gravemente os jovens Alexandre, irmão do advogado, e Kelvin Chiang.  No entanto, após o depoimento de Alexandre, na manhã de ontem, o delegado Márcio Dominici informou que havia surgido um fato novo. Para surpresa de todos os que acompanham esse caso, eis o fato novo: o vigia confessou a autoria dos crimes.

De acordo com o delegado Márcio Dominici, João José Nascimento Gomes, em depoimento na noite de quarta-feira(15),  admitiu ser o autor dos golpes de faca desferidos contra as vítimas. Ele relatou que percebeu uma confusão e, ao tentar intervir, acabou cometendo o crime. O vigilante alegou, segundo o delegado, que tentou defender Carlos Humberto Marão, que estava sendo agredido.

Na semana passada, Carlos Humberto prestou depoimento e afirmou que entrou na festa por volta das 2h e saiu às 5h. E, na saída, ele se irritou porque havia alguns carros na porta da casa dele. Como havia bebido muito, perdeu o controle e acabou deslocando os retrovisores dos veículos.

O crime ocorreu após uma festa de comemoração pela eleição do senador Roberto Rocha, na madrugada de segunda-feira (6), no bairro do Olho d’Água.

Apontado como um dos envolvidos no crime, Diego Polay será indiciado, em razão dos depoimentos dos demais. O inquérito foi concluído e será encaminhado ao Ministério Público.

Perguntas que não querem calar: Por que, ao prestar depoimento, Diego Polary não disse quem havia cometido os crimes? Por que o vigia passou tanto tempo para se apresentar e assumir a autoria dos crimes? Em algum momento de seu depoimento, Carlos Marão apontou o vigia como autor das facadas? Confirmando-se que o vigia seja o autor das facadas, Marão e Diego serão indiciados como cúmplices? Não seria necessária uma acareação entre vítimas que sobreviveram e os acusados? Quem acredita no desfecho desse trabalho de investigação?

Flávio Dino anuncia Clayton Noleto para o comando da Secretaria de Infraestrutura

O novo comunicado feito por Flávio Dino nas redes sociais revelou o próximo comandante da Secretaria de Infraestrutura do Maranhão. Empresário e professor na Região Tocantina, Clayton Noleto chefiará a pasta responsável pelas obras físicas estruturantes do Maranhão.

Este é o quinto nome apresentado pelo governador eleito para gerenciar o Estado a partir de janeiro de 2015. Conheça o perfil do próximo secretário.

Perfil de Clayton Noleto

Administrador de empresas na Região Tocatina, Clayton Noleto é especialista em Planejamento Estratégico. Com forte atuação no setor privado, Noleto foi professor e instrutor Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), nas áreas de Gestão e Planejamento.

Habilitado pelo programa Empretec como empreendedor, desenvolvido pela Organização das Nações Unidas (ONU), Clayton Noleto é também historiador e bacharel em Direito. Foi coordenador da coligação “Todos pelo Maranhão” em apoio à candidatura de Flávio Dino na Região Tocantina.

Assumindo a pasta da Infraestrutura do Governo do Estado, Clayton Noleto deverá conduzir as obras viárias e transporte do estado.

Sistema Mirante sente o peso da vitória de Flávio Dino e inicia demissões de funcionários

Gilberto Lima

Sistema Mirante em declínio com a vitória de Flávio Dino
Eu sempre disse que os cofres do governo do Maranhão eram os maiores financiadores e mantenedores dos negócios da família Sarney. Montaram um verdadeiro império com o sustentáculo de dinheiro público. O sistema Mirante, por exemplo, fatura algo em torno de R$ 2 milhões por mês do governo. Abocanha a maior fatia do bolo dos recursos destinados à comunicação. Até dezembro, quando se encerra o ciclo de mando da família Sarney, a farra está assegurada. A partir daí, a situação será totalmente diferente. Com o novo governo, essa sangria de recursos milionários será estancada.

Prevendo um futuro de arrocho financeiro, o sistema de comunicação da família Sarney deu início a um processo de enxugamento de seus quadros. Profissionais que ao longo de várias décadas foram fiéis ao grupo estão sendo demitidos. Na primeira lista da degola estão o ‘eterno’ diretor de redação de O Estado, jornalista Ribamar Corrêa, o radialista André Martins e outros diretores. Outros tantos jornalistas e radialistas estão na lista para demissão. Reflexos da vitória de Flávio Dino.

O momento atual parece ser o mais grave do sistema Mirante nos últimos anos. Não é a primeira vez que esse financiamento milionário é estancado. Quando o ex-governador José Reinaldo rompeu com Sarney, a primeira medida foi cortar a mamata. Mesmo assim, não entrou em crise profunda. No entanto, no governo Jackson Lago, com a ajuda de secretários que sempre mantiveram relações com o grupo Sarney, o sistema de Sarney voltara a ser beneficiado com o financiamento dos cofres do Estado. Mesmo com as pancadas diárias, que provocavam o desgaste do governo, Jackson não teve coragem de cortar esse patrocínio.

Com a eleição de Flávio Dino, esse tratamento privilegiado chega ao fim. Por isso, Fernando Sarney está mandando fazer uma reestruturação financeira, demitindo profissionais para reduzir custos. Comenta-se até em possibilidade de venda de todo o sistema. As cifras seriam da ordem de R$ 600 milhões. Dizem que o empresário Paulo Guimarães (enrolado todo), ‘dono’ da TV Meio Norte, de Teresina, teria interesse em adquirir as cotas societárias de Roseana e José Sarney. Passaria, em se concretizando a negociata, à condição de sócio-majoritário. Seria mais um ‘testa de ferro’?

Seria o declínio do maior império de comunicação do norte e nordeste?


É a debacle da oligarquia Sarney.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Policial militar é executado a tiros na Matinha, em São José de Ribamar

Os assassinos levaram uma pistola .40 que estava com o PM



O policial militar Fredson de Jesus Mendes foi morto a tiros nas proximidades do cemitério da Matinha, em São José de Ribamar, no acesso ao Conjunto Nova Terra. O PM, que ingressou na corporação em 2014, foi alvejado com 4 tiros.

Pelas informações, o militar pilotava uma moto e estava em companhia de um primo. Seguiam para o residencial Nova Terra quando foram abordados por dois elementos que estavam em um Celta, de cor prata, placa NXG-2506. No momento do assalto, o PM puxou a pistola para reagir, mas foi atingido antes de disparar contra os assaltantes. 

A polícia trabalha com a possibilidade de o policial ter sido executado por vingança, pois já teria feito a prisão de um dos assassinos.

Fredson residia na Vila Palmeira e era lotado no 6º Batalhão, na Cidade Operária. Ele estava à paisana e usava uma pistola .40 que foi levada pelos assassinos. 

Policiais realizam buscas em toda a região da Mata e Jardim Tropical para tentar prender os autores desse crime.

As últimas informações dão conta que 60 policiais participam da caçada aos matadores do PM Fredson. Em uma troca de tiros com policiais, um dos acusados foi morto.



O corpo de PM está sendo velado na Rua Nonato Oliveira, na Vila Palmeira. O sepultamento será às 15h desta quinta-feira(16), no Cemitério da Pax, na MA-203.

Prefeito Edivaldo vistoria obras de drenagem no Santa Bárbara



O prefeito Edivaldo realizou vistoria técnica às obras de drenagem que estão sendo executadas na Rua Brasília, no bairro Santa Bárbara. Ao lado do secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, Edivaldo acompanhou o andamento dos trabalhos de uma das maiores obras estruturantes já realizadas em parceria com a iniciativa privada na região. Com 80% dos serviços concluídos, a obra vai solucionar definitivamente os problemas de alagamentos na principal via de acesso ao bairro, durante o período chuvoso.

“Esta é uma importante obra estruturante, realizada com muita qualidade e que vai sanar de vez um problema que já atormenta os moradores há mais de 50 anos. Além de melhorar a trafegabilidade, sabemos que obras de drenagem também refletem diretamente na saúde pública, na mobilidade urbana e na qualidade de vida das pessoas. Por isso, fazemos questão de acompanhar o andamento no local, conversar com os moradores e discutir com eles a solução para os principais problemas da cidade”, disse o prefeito Edivaldo.

O serviço consiste na construção de uma rede de drenagem profunda. Os dutos para escoamento da água estão sendo implantados em 400 metros de extensão ao longo do trecho mais crítico da Rua Brasília. Segundo o secretário Antônio Araújo, o projeto utiliza materiais modernos e eficazes, feitos em chapas de zinco tratadas com antiferrugem. A montagem por encaixe das peças facilita o trabalho e permite que os serviços sejam executados em um tempo mais rápido.

“Com o término das obras, a comunidade terá a garantia de que não sofrerá mais com os constantes alagamentos. Por várias vezes foram realizados aqui serviços de recapeamento asfáltico, mas que não davam certo porque era necessário fazer primeiro o trabalho de infraestrutura e drenagem dessa bacia. E o prefeito Edivaldo, em uma iniciativa conjunta com a comunidade, determinou que fosse elaborado um projeto de forma que apresentasse uma solução definitiva para o problema”, afirmou o secretário.

O sistema de drenagem vai orientar o fluxo de águas pluviais que, devido à geografia da região, escoavam do conjunto São Raimundo e acumulavam sobre a pista principal de acesso ao bairro Santa Bárbara. O sistema de drenagem consiste ainda na construção de uma galeria com 22 bocas de lobo e 11 poços de visita, que servem de acesso à rede canalizada.

Com a conclusão dos trabalhos, será resolvida uma das principais queixas dos moradores, o isolamento da área no período chuvoso e a dificuldade de acesso aos serviços públicos, como escolas e unidades de saúde. “No inverno é uma dificuldade principalmente para as crianças, que têm de tirar os sapatos para fazer a travessia até a escola, pois fica tudo alagado. Estamos muito satisfeitos com essa obra porque, enfim, chegará a solução para esse problema”, comentou a moradora Adenilde Pereira dos Santos, 33 anos.O morador Jonas Leitão, 49 anos, que vive na comunidade desde que nasceu, contou que também está feliz com a obra. “No período chuvoso ninguém consegue passar por aqui, o comércio fica comprometido e os ônibus são desviados para outra rota. É a primeira vez em quase 50 anos de vida que vejo uma obra desse porte sendo realizada no meu bairro”, afirmou.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...