quarta-feira, 13 de junho de 2012

Agiotas e um capitão PM estão entre os envolvidos no assassinato do jornalista Décio Sá


Mesmo sem confirmação da Secretaria de Segurança do Maranhão, alguns nomes dos envolvidos no assassinato do jornalista Décio Sá chegaram ao conhecimento da imprensa. O principal deles, apontado como mandante, seria o agiota conhecido como Gláucio, residente em São Luís e com atuação no ramo de venda de merenda escolar. Ele seria ex-sócio de Fábio Brasil, assassinado a tiros na porta de uma revendedora de veículos em Teresina, no mês de março. Fábio teria dívidas com agiotas, além de ter aplicado um golpe em Gláucio.

Outro envolvido seria o pai de Gláucio, identificado como Miranda. Em Santa Inês, a polícia prendeu Júnior Bolinha, empresário do ramo de revenda de veículos e ex-assessor do ex-prefeito Valdevino Cabral. Dois auxiliares de Bolinha, identificados com Bochecha e Balão, também estão entre os presos. Os dois seriam cobradores de dívidas junto a ‘clientes’ de Gláucio.

Quem também já está preso é o Cap. Fábio, subcomandante do Batalhão de Choque da PM. Suspeita-se que ele teria fornecido a pistola .40 usada na execução do jornalista Décio Sá.

O matador foi identificado como Jônatas, de 24 anos, natural de Xinguara, no Pará. Ele já teria assassinado aproximadamente 20 pessoas.

 A coletiva de imprensa para apresentação dos envolvidos no assassinato do jornalista Décio Sá deve ser realizada somente na tarde desta quarta-feira, possivelmente com a presença da governadora Roseana Sarney e da cúpula da Secretaria de Segurança Pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...